Imprimir  Voltar  Home 


  Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior - ANDES-SN


Data: 21/05/2014

Em dia nacional de paralisação das IFE, MEC cancela reunião com o ANDES-SN
 
No dia em que os docentes de diversas Instituições Federais de Ensino (IFE) paralisaram as atividades em defesa da pauta de reivindicações da categoria com atos nas universidades, panfletagem, passeatas e aulas públicas, a Secretaria da Educação Superior do Ministério da Educação (Sesu/MEC) cancelou a reunião agendada com o ANDES-SN para esta quarta-feira (21), alegando necessidade de viagem do secretário Paulo Speller.
 
“A reunião já estava agendada há cerca de um mês. Com essa atitude, o governo sinaliza desconsiderar a urgência da pauta, uma vez que colocamos claramente que o retorno da mesa de hoje seria levado para avaliação na reunião do Setor das Ifes, que acontece neste final de semana”, comenta a presidente do ANDES-SN, Marinalva Oliveira, ressaltando que na pauta da reunião dos docentes também está o indicativo de greve da categoria.
 
Marinalva avalia que há uma intensificação na mobilização dos docentes, que seguem atentos aos resultados das reuniões entre o Sindicato Nacional e a representação do MEC. “A categoria atendeu ao chamamento do para ampliar as atividades e seguir a agenda de mobilização proposta, que indicava esta quarta-feira como Dia Nacional de Paralisação em vigília à reunião que não ocorreu. Durante toda a semana estão ocorrendo assembleias na base para discutir o indicativo de greve, que será avaliado no final de semana”, explica.


Em ofício encaminhado à Sesu/MEC no início da semana, o ANDES-SN alertou sobre a importância de manutenção da agenda e ressaltou que por parte da entidade seria mantido o compromisso assumido.
 
Com o cancelamento da reunião, os diretores do ANDES-SN protocolaram um documento com os temas que foram priorizados pelo Setor das Ifes para continuidade da discussão sobre a pauta, cobrando resposta urgente do Mec.
 
Mobilização
Durante toda a quarta, os docentes realizaram atividades de mobilização por todo o país por condições de trabalho, em defesa da reestruturação da carreira docente, valorização salarial de ativos e aposentados e pelo respeito à autonomia universitária.
Em várias instituições foram protocoladas pautas locais de reivindicação, apontando aos reitores os problemas específicos de cada IFE. Seguindo a agenda deliberada pelo Setor das Ifes, até sexta-feira (23) serão realizadas assembleias para discutir a retomada da greve de 2012, apontando indicativo para paralisação.


Fonte: ANDES-SN


+71
|
-6
| Denunciar

11 comentários | 7869 visualizações | 77 avaliações

Comentar esta notícia
 
CARLOS LIMA
26/05/2014
Id: 12490
Críticas, Comentários e Sugestões são sempre muito "BEM VINDAS"!!! Mas lembrem-se que o ANDES-SN não é apenas e tão somente a sua Diretoria!!! O ANDES-SN é composto por cada um dos seus Sindicalizados! Portanto, participem das Assembleias e dos Processos de Tomadas de Decisões em suas ADs!!!

TCRISPIM
24/05/2014
Id: 12482
Acontece que somente os "mesmos" assumem a direção do sindicato, e na hora de realmente fazer a o que é certo, entra a politicagem de todo brasileiro que quer sair ganhando o seu. ANDES trabalhe realmente para os PROFESSORES.

HERCSAN
23/05/2014
Id: 12481
A Fasubra há mais de meses em greve e o SINASEFE há mais de um mês em greve e o ANDES parado e nem indicativo tem isso é um profundo desrespeito com a categoria. Não é possível que vcs sejam são inocentes e acreditem que o Governo vai negociar sem movimento paredista. A greve era para ontem acordem.

MSC
22/05/2014
Id: 12480
RS, não poderia ser mais feliz em sua colocação!!!

RT
22/05/2014
Id: 12478
Boa a ideia de invadir a reunião com o proifes! E uma carta aberta publicada nos principais jornais denunciando que o governo só conversa com o sindicato que tem menos representatividade, ignorando sistematicamente o maior deles? Ideias, estratégias, visibilidade, criatividade Andes!

RS
22/05/2014
Id: 12477
Mas é uma vergonha...uma notícia dessas e poucos comentários da categoria...por aqui já se observa o quanto estamos engajados em buscar os nossos pleitos...

MSC
22/05/2014
Id: 12476
ANDES, é agora ou nunca!

MUCFIG
22/05/2014
Id: 12475
Enquanto isso, os juízes nem precisam fazer grave para obter 35% de aumento. Só o STF ocasionará um impacto de R$450 milhões anuais. http://www.otempo.com.br/capa/pol%C3%ADtica/comiss%C3%A3o-do-senado-aprova-pec-de-alta-de-sal%C3%A1rio-para-ministros-do-stf-1.849342

ORLANDO
22/05/2014
Id: 12474
Enquanto isto, o Mec agenda reunião com o Proifes para hoje (22/05) para discutir justamente os mesmos temas da reunião cancelada com o Andes. Se não fazermos pressão, outro "acordo" vai ser assinado e teremos que engoli-lo.

SABOYA
22/05/2014
Id: 12473
O governo usa a mesma tática de desgaste do ANDES, precisamos de uma ação de ocupação, ou ações judiciais sobre o a questão. Para a categoria a falta de discussão leva a não participação nas assembleias, ou seja o governo vence, e pra isso mudar, a tática do ANDES deve ser repensada.

SABOYA
22/05/2014
Id: 12472
Não tem reunião pois o governo vai tritura o ANDES ao máximo, a falta de diálogo mostra que não seremos ouvidos e se ouvidos não haverá negociação alguma. Acho que está na hora de perguntar, ou ocupar as reuniões do governo com o Proifes, já que este é recebido.