Imprimir  Voltar  Home 


  Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior - ANDES-SN


Data: 21/08/2014

Emoção e posse da nova diretoria do ANDES-SN marcam abertura do 59º Conad

A posse da diretoria que estará à frente do ANDES-SN nos próximos dois anos marcou a Plenária de Abertura do 59º Conad, que aconteceu na manhã desta quinta-feira (21), em Aracaju (SE). O discurso de encerramento da gestão, proferido por Marinalva Oliveira, presidente da entidade no período 2012/2014, e a homenagem prestada ao ex-diretor Márcio de Oliveira emocionaram os 190 participantes já credenciados no encontro. 

Antes da abertura da plenária, o grupo Samba de Pareia da comunidade quilombola da Mussuca, de Laranjeiras (SE), apresentou um pouco da cultura tradicional sergipana.

A mesa foi composta por membros da atual diretoria e da anterior e por representações do Sinasefe, da Anel, do Dieese, da CSP-Conlutas, da Adufs – Seção Sindical do ANDES-SN, do Sintufs e do DCE da UFS. 

Ao se despedir da presidência, Marinalva elencou os desafios enfrentados pela diretoria, que assumiu o Sindicato Nacional em meio às fortes greves protagonizadas pelo Setor das Federais e por várias universidades estaduais, além da maior greve unificada dos servidores públicos federais da última década. 

“Nessa conjuntura, o ANDES-SN ainda enfrentou um quadro adverso no que se refere à sua organização sindical, tema este enfrentado pelo sindicato nacional em conjunto com a categoria, resultando em intensificação de nossa inserção e ação na categoria, associadas às alterações estatutárias para permitir uma participação e maior presença de segmentos da categoria docente no SN. Também avançamos em ações jurídicas na defesa da legitimidade e legalidade do ANDES-SN, a categoria respondeu com organização e disposição política ao desafio de consolidar o SN na base, inclusive nas disputas locais com representação oficial do governo na categoria”, ressaltou.

A ex-presidente do Sindicato Nacional destacou a atuação dos grupos de trabalho da entidade, que contribuíram para a ação da diretoria, com a elaboração e aprofundamento do debate de questões centrais a luta do ANDES-SN em defesa dos direitos sociais.

Marinalva pontuou que, ao término da gestão num período em que os docentes e a classe trabalhadora em geral travaram várias lutas, amargando algumas derrotas, e enfrentando o acirramento da repressão aos movimentos sociais, foi uma grande conquista a realização do Encontro Nacional de Educação (ENE), do qual o ANDES-SN, através da base e da sua direção, foi protagonista. Ela enfatizou a necessidade de dar encaminhamento às ações apontadas no ENE, para fortalecer a luta em torno de um projeto de educação voltado aos interesses da classe trabalhadora.

“A Diretoria 2012-2014 cumpriu a sua tarefa e deseja à próxima gestão sucesso no seu trabalho. Continuarão, alguns membros desta diretoria na próxima gestão e outros, como militantes de base, firmes na trincheira de defesa do nosso sindicato, no apoio às políticas em prol dos trabalhadores e na defesa intransigente dos interesses dos docentes e do caráter público e gratuito e democrático das IES. Mas nossa luta segue. É necessário enfrentar os obstáculos que têm atacado nosso projeto de sindicato de todos os docentes das IES; saberemos dar curso a esta luta”, concluiu.

Na sequência, foram empossados os 83 membros da diretoria para o biênio 2014/2016. Paulo Rizzo, que assumiu a presidência do Sindicato Nacional, ressaltou a importância desse Conad na atualização do plano de lutas, no momento em que se discute repensar o processo organizativo da entidade.

Rizzo lembrou que o ANDES-SN não é um sindicato pronto e que está em constante processo de reorganização, diante dos novos desafios e ataques impostos a categoria docente, com a mercantilização e monopolização da educação, que expõe os docentes à situações aviltantes de exploração da sua força trabalho. 

“Teremos quatro dias de discussão pela frente para atualizar nosso plano de lutas, aprofundar o debate e repensar a organização da nossa entidade. Declaro aberto o 59ª Conad”, disse o novo presidente do ANDES-SN. 

Homenagem
Um dos momentos mais emocionantes da abertura do 59º Conad, que até o início da tarde desta quinta, contava com um total de 190 participantes, foi a homenagem feita ao secretário-geral que deixava o cargo, professor Márcio Antônio de Oliveira (Apes-JF), que já presidiu a entidade e é uma destacada referência no movimento docente. 

Para Paulo Rizzo, que coordenou a homenagem, o momento simbolizou não somente um agradecimento de todos que estavam deixando suas funções na diretoria, mas também daqueles que estavam chegando. Conforme Rizzo, a história de Márcio de Oliveira se confunde com a própria história do ANDES-SN e sublinhou que o sindicato passa por uma renovação em seus quadros, mas sem perder a referência histórica.

Para o presidente, que foi empossado junto com o total de 83 diretores na manhã desta quinta-feira, o ANDES-SN precisa dar continuidade ao seu papel histórico e que para isso, se faz necessário refletir sobre a organização política, o que acontecerá durante o 59º Conad, que acontece até domingo (24). Assista aqui o vídeo que resume a abertura do 59º Conad.

- Confira aqui a edição nº1 do Informandes especial do 59º Conad.


Fonte: ANDES-SN


+7
|
0
| Denunciar

0 comentários | 1246 visualizações | 7 avaliações

Comentar esta notícia