Imprimir  Voltar  Home 


  Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior - ANDES-SN


Data: 24/08/2014

59° Conad: Planos de lutas dos setores têm agenda de lutas e Encontros Nacionais

No último dia do 59º Conad (24), os delegados presentes no encontro avaliaram e atualizaram os planos de lutas específicos dos setores das Instituições Federais (Ifes), Estaduais e Municipais (Iees/Imes) e das Particulares (Ipes) deliberando por uma série de atividades para intensificar a atuação do Sindicato Nacional. 

Para o Setor das Iees/Imes, os delegados reafirmaram o plano de lutas aprovado no 33º Congresso do ANDES-SN, realizado em fevereiro em São Luís (MA) e aprovaram a planilha de custos proposta para a realização do XII Encontro Nacional das Iees/Imes, nos dias 26, 27 e 28 de setembro, em Brasília.

Já para o plano de lutas do Setor das Ifes, agenda geral dos Servidores Públicos Federais (SPF) prevê, entre outras ações, intensificar a ação na Cnesf para fortalecê-la, dar continuidade à campanha unificada 2014 dos SPF e desencadear os debates e articulações política para preparar a Campanha Conjunta dos SPF em 2015.

Em relação específica ao setor, o Conad aprovou intensificar a luta em torno da pauta da Campanha de 2014, focando na reestruturação da carreira docente, valorização salarial dos e ativos e aposentados, condições de trabalho e garantia de autonomia das Ife, de forma articulada entre a pauta nacional e as pautas locais. Os delegados deliberaram ainda por uma agenda de ações temáticas para o segundo semestre de 2014, focando na defesa dos direitos na aposentadoria, desenvolvimento na carreira, estatuinte e democracia nas Instituições. 

Em relação ao Setor das Ipes, os delegados avaliaram a necessidade de fortalecer e expandir a atuação neste setor e aprovaram a planilha para a realização do Encontro Nacional do Setor, em São Paulo, nos dias 18 e 19 de outubro.

O 1º secretário do ANDES-SN, Jacob Paiva, que presidiu a plenária, destacou a importância da mesa, que, para ele, trata da existência orgânica do Sindicato Nacional. “Os TRs que a diretoria trouxe para serem aprovados arma a categoria para continuar a intensificação da luta pela preservação dos nossos direitos, na ampliação das conquistas seja no campo salarial seja nas condições de trabalho para os três setores, evidentemente com muita dificuldade nas Particulares, por conta das dificuldades jurídicas e políticas que esse setor enfrenta”, avaliou. 

Segundo Paiva, as deliberações para o Setor das Ifes garante, até o próximo Congresso do Sindicato Nacional, um processo de mobilização que “coloca a categoria em mobilização para discutir novamente questões de fundamental importância, como a carreira, a questão dos salários, a autonomia e o processo de democracia nas universidades”, pontuou, ressaltando que tais ações permite que Sindicato continue presente no cotidiano da vida dos professores federais. 

“Nas Estaduais, apesar da diversidade que as instituições vivenciam com cada governo do estado, o que foi aprovado uma costura para que este Setor continue fazendo uma ação coordenada pelo ANDES-SN, tendo a referência no Sindicato Nacional, para aprofundar o debate sobre carreira, financiamento, democracia e autonomia. Por tanto, acho que estamos todos de parabéns porque conseguimos aprovações que fazem o Movimento entrar em movimento”, concluiu. 


Fonte: ANDES-SN


+5
|
0
| Denunciar

0 comentários | 1043 visualizações | 5 avaliações

Comentar esta notícia