Imprimir  Voltar  Home 


  Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior - ANDES-SN


Data: 31/08/2017

Docentes das estaduais do Rio realizam dia de paralisação e lutas

Os docentes estaduais de ensino superior do Rio de Janeiro realizaram, em conjunto com outras categorias do serviço público estadual fluminense, um Dia de Paralisação e Lutas nessa quarta-feira (30). Os docentes lutam pelo pagamento de salários e benefícios atrasados, além de maior destinação orçamentária aos serviços públicos do Rio de Janeiro.

De acordo com Bruno Oliveira, 2º tesoureiro da Regional Rio de Janeiro do ANDES-SN, os servidores estaduais realizaram paralisações pela manhã, com atividades de agitação nos locais de trabalho, como universidades e hospitais. Houve, ainda, a participação de servidores públicos municipais do Rio de Janeiro, que também começam a sofrer com o atraso do pagamento de benefícios.

Às 16h iniciou, na Candelária, a concentração para a manifestação que uniu servidores estaduais da educação e da saúde. Mais de mil pessoas saíram em marcha pelo centro da cidade, dialogando com a população sobre a situação calamitosa em que se encontram os serviços públicos fluminenses. O Dia Nacional da Visibilidade Lésbica, comemorado no dia anterior, também foi lembrado na manifestação, que contou com a realização de performances sobre o tema.

Pagamento dos salários
Em reunião realizada na terça (29), que contou com a participação do líder do governo na Assembleia Legislativa (Alerj) e do Secretário de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Social (Sectds), Gustavo Tutuca, os docentes foram informados que o pagamento de todos os servidores do Estado deverá ser efetivado, sem parcelamentos, até o décimo dia útil de setembro, ou seja, no dia 15 de setembro.

Próximas mobilizações
A próxima mobilização unificada contra as reformas e em defesa de direitos da classe trabalhadora, no Rio de Janeiro, acontecerá no dia 7 de setembro, no Grito dos Excluídos, tradicional protesto que acontece em todo o país no Dia da Independência.

No dia 14 de setembro, será realizado o Dia Nacional de Lutas e Paralisação em defesa dos serviços públicos e contra a reforma da previdência. A data integra o calendário de lutas do Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe), já incorporada pelas entidades do setor da educação federal como ANDES-SN, Fasubra e Sinasefe. Outras categorias, como os metalúrgicos, também organizam protestos e paralisação para a data.

* Com informações da Aduff SSind. e imagens de Asduerj-SSind.


Saiba Mais

Docentes da Universidade do Estado do Rio de Janeiro suspendem greve


Fonte: ANDES-SN


0
|
0
| Denunciar

0 comentários | 308 visualizações | 0 avaliações

Comentar esta notícia