Imprimir  Voltar  Home 


  Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior - ANDES-SN


Data: 11/10/2017

Greve em defesa de direitos trabalhistas paralisa serviços públicos na França

Os sindicatos de servidores públicos franceses realizaram, na terça-feira (10), a primeira Greve Geral do Serviço Público em uma década. Mais de 5 milhões de trabalhadores cruzaram os braços, e 100 mil saíram às ruas do país para protestar contra as políticas de ajuste fiscal do presidente Emmanuel Macron.

“Hey, Macron, olha seu Rolex, é hora da revolta”, diziam os grevistas. Eles protestaram contra as ameaças de redução de cerca de 120 mil postos de trabalho até o final do mandato de Macron (dos quais 1600 já foram extintos), do congelamento dos salários e dos questionamentos sobre suas carreiras. Os nove sindicatos franceses de servidores públicos organizaram esse dia de greve e manifestações para expressar seu profundo desacordo com o governo e denunciaram uma série de ataques, considerada sem precedentes.

Em Paris, capital francesa, a manifestação foi realizada na Praça da República e contou com a participação massiva e apoio de estudantes e de trabalhadores do setor privado. A crítica à Reforma Trabalhista apresentada pelo presidente Macron, que já motivou outras greves e atos, também esteve no foco dos manifestantes. 

Com informações de Solidaires e RFI. Imagem de Solidaires.


Fonte: ANDES-SN


0
|
0
| Denunciar

0 comentários | 404 visualizações | 0 avaliações

Comentar esta notícia