Imprimir  Voltar  Home 


  Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior - ANDES-SN


Data: 05/12/2018

Entidades e oposição conseguem adiar votação do Escola Sem Partido na Câmara

Nesta quarta-feira (5), ao mesmo tempo em que entidades e movimentos democráticos se reuniam para o ato da Frente Nacional Escola sem Mordaça, deputados retomavam a discussão do Projeto de Lei (PL) 7180/14, da Escola Sem Partido.

Permeada de truculência, agressões verbais por parte dos deputados favoráveis à censura nas escolas, a sessão da Comissão Especial que trata do projeto foi feita a portas fechadas. Um incomum aparato da polícia legislativa foi montado, impedindo que estudantes e docentes acompanhassem os debates.

A oposição conseguiu obstruir o início dos trabalhos até o limite. Depois, os deputados a favor da censura nas escolas iniciaram a discussão para a votação do substitutivo do PL. Por volta das 16h, enquanto a Frente Nacional Escola Sem Mordaça era relançada, a reunião da Comissão Especial foi suspensa novamente, devido ao início da Ordem do Dia, no Plenário da Câmara.

O presidente da comissão, Marcos Rogério (DEM-RO), encerrou os trabalhos do período da tarde. Contudo, a Comissão retoma as suas atividades às 9 horas desta quinta-feira (6).

 


Fonte: ANDES-SN


+1
|
0
| Denunciar

0 comentários | 73 visualizações | 1 avaliações

Comentar esta notícia