Imprimir  Voltar  Home 


  Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior - ANDES-SN


Data: 25/10/2011

Base governista pede vista e adia votação do parecer contrário à Ebserh

Usando uma manobra regimental, senadores do PT adiaram nesta terça-feira (25), na Comissão de Educação, Cultura e Desporto do Senado (CE), a votação do parecer do senador Roberto Requião (PMDB/PR) ao Projeto de Lei da Câmara (PLC) 79/11, que cria a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

Como o parecer é contrário à criação da Ebserh, a senadora Ana Rita (PT/ES) pediu vista do PL, no que foi seguida por outros senadores, tendo sido dada vista coletiva. O PLC 79/11 voltará a ser analisado amanhã, às 14h30, em sessão extraordinária da Comissão de Educação. A sessão desta terça-feira da CE foi acompanhada pela 3ª Tesoureira do ANDES-SN, Maria Suely Soares.

Para o senador Roberto Requião, o PLC 79/11 é “uma monstruosidade e uma aberração jurídica”. Ele argumentou que existem outras formas de se resolver a contratação de recursos humanos nos hospitais universitários. Segundo Requião, quando ele foi governador no Paraná resolveu problema parecido acabando com as fundações hospitalares e realizando concursos públicos.

O senador sugeriu que o governo mantenha os hospitais universitários como escolas, para cumprir a função educacional, e crie novas unidades. 

Na reunião desta terça, o senador Cristovam Buarque (PDT/DF) já adiantou que irá se abster da votação. Apesar de reconhecer que o PLC 79/11 ataca a autonomia universitária, Buarque argumentou que o projeto deveria ser melhor discutido e, como não vai ser, ele se absterá de votar.

 


Fonte: ANDES-SN


+4
|
-1
| Denunciar

0 comentários | 1210 visualizações | 5 avaliações

Comentar esta notícia