CSP Conlutas lança campanha de arrecadação e solidariedade para ajudar trabalhadoras e trabalhadores

Atualizado em 13 de Maio de 2021 às 13h20

 

A CSP-Conlutas lançou, na última semana, a campanha "Faça uma doação e alimente a luta pela vida". De acordo com a central sindical, a ação tem o propósito de promover a solidariedade concreta e de classe, entre os debaixo, contra o genocídio e desprezo pelo amparo público e social promovido pelos de cima.

Todos os sindicatos, movimentos populares e de combate as opressões, do campo e da cidade, filiados à CSP-Conlutas, em diversas partes do país, serão pontos de arrecadação e de coleta de alimentos e outros tipos de doação. "Quando o Estado não cumpre seu papel é necessário fortalecermos a solidariedade de classe entre trabalhadores e os mais pobres. Não podemos fechar os olhos diante da catástrofe econômica e sanitária imposta ao povo de nosso país pelos genocidas Bolsonaro e Mourão", afirma em nota.

De acordo com a CSP-Conlutas, as entidades e movimentos ligados à Central organizarão a campanha localmente em suas categorias, bases, bairros, ocupações e ações de forma virtual. "Além disso, faremos essa campanha nacional com doações na conta abaixo que serão marcadas por distribuição simbólica nacionalmente informada amplamente para garantir a transparência da campanha", acrescenta a entidade.


Situação calamitosa

Atualmente, já são mais de 350 mil mortos pela Covid-19, mais de 14 milhões de pessoas desempregadas e outras milhares que já não procuram mais emprego. Milhares sobrevivem na informalidade e cerca de 40 milhões se encontram em situação de extrema pobreza. A fome e a miséria aumentaram durante a pandemia de Covid-19, trazendo sofrimento à vida de milhões de famílias trabalhadoras dos grandes centros e das periferias do campo e da cidade.

Mais de 116,8 milhões de brasileiros enfrentaram algum grau de insegurança alimentar nos últimos três meses de 2020. A situação se repete em 55% dos domicílios do país, de acordo com o Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no período da pandemia de covid-19, realizado pela Rede Penssan (Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional). Além disso, 9% dos brasileiros, ou seja 19 milhões de pessoas, enfrentaram insegurança alimentar grave, melhor dizendo passaram fome.


"Se eles não fazem sua obrigação, fortaleçamos a solidariedade de classe na luta pela vida dos que mais precisam neste momento. A campanha se manterá nesses próximos meses. Participe!"


A conta para doações à Campanha “Faça uma doação e alimente a luta pela vida" é:

Banco do Brasil (001)
Central Sindical e Popular Conlutas
CNPJ 07.887.926/0013-23
Ag. 303-4
c/c 45567-9

 

Compartilhe...

Outras Notícias
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
EVENTOS