Frente Nacional contra a Privatização da Saúde convoca homenagem e apitaço em defesa do SUS, no dia 7 de abril

Publicado em 06 de Abril de 2020 às 18h29

 

O Dia Mundial da Saúde é comemorado no dia 7 de abril. Essa data, criada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), tem como objetivo conscientizar a população a respeito da qualidade de vida e dos diferentes fatores que afetam a saúde populacional. No Brasil, ela é marcada pela luta em defesa da saúde pública e do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

O cenário imposto ao país, e restante do mundo, pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19) deixa evidente a necessidade de fortalecer o SUS e valorizar os profissionais ligados à área da Saúde. A Frente Nacional contra a Privatização da Saúde, da qual o ANDES-SN faz parte, convoca toda a população para um grande apitaço e barulhaço na noite do dia 07 de abril, às 20h30, em defesa do SUS, contra os pronunciamentos e atos do atual presidente da República, Jair Bolsonaro, que vem contrariando as diversas orientações da OMS, do Ministério da Saúde e de demais autoridades sanitárias. Além disso, a violação da proteção trabalhista, por parte do governo, durante a pandemia da Covid-19, com a Medida Provisória (MP) 927/20 põe em risco a vida dos trabalhadores e trabalhadoras e a sua sobrevivência.

 

"É  o  momento  de evidenciar  o  SUS  como  conquista  da  classe  trabalhadora,  reafirmar  a necessidade  de  mobilização  e denunciar  os  ataques materializados  no desfinanciamento, na privatização, nas precárias condições de trabalhos e de atendimento à população, dentre outras questões. Em 2020,  viveremos esse  dia  de  luta  em  uma  conjuntura adversa.  Estamos  imersos, todos/as,  na  pandemia de Covid-19 e  vem à tona  de maneira  concreta  a  necessidade  e  a importância  do  SUS,  bem  como  a  relação  da  saúde  com  as  condições  de  vida  e  trabalho  da população", aponta a nota pública da Frente.

 

A Frente divulgou, em suas redes sociais, um conjunto de políticas sociais, econômicas e ações emergenciais a serem aprovadas em caráter de urgência, entre elas, a revogação imediata da Emenda Constitucional 95, do Teto dos Gastos. A Frente Nacional Contra Privatização da Saúde é composta por diversos Fóruns estaduais  em torno da luta por um SUS 100% público, estatal e de qualidade.

 

 

Compartilhe...

Outras Notícias
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
EVENTOS