Justiça suspende ato da reitoria da UERR que proibiu professores de entrar na universidade

Publicado em 23 de Novembro de 2020 às 15h54
FOTO: INSTAGRAM @
sinduerr_andes_sn

 

Uma decisão judicial suspendeu, no início da última semana, uma decisão de 28 de setembro da reitoria da Universidade Estadual de Roraima (UERR), que proibiu o acesso e permanência de seis professores à UERR. O ato ilegal da reitoria ocorreu após os docentes participarem de uma manifestação na universidade.


No dia 11 de setembro, a Seção Sindical dos Docentes da UERR (Sinduerr SSind do ANDES-SN) realizou um ato de solidariedade à professora Ivanise, do qual participaram professores e estudantes da instituição, bem como representantes de outras entidades. O protesto tinha por objetivo, segundo a Sinduerr SSind., dialogar sobre processo administrativo instaurado contra a docente, o qual levou à sua exoneração.


Além de limitar o acesso dos seis docentes ao Campus UERR/Boa Vista, o reitor da universidade, Regys Odlare Lima de Freitas, publicou decisão que afastou outros três docentes de coordenações de cursos para as quais foram escolhidos pela comunidade universitária e limitou a presença, na UERR, de pessoas não ligadas à instituição.


Conforme a decisão do juiz Antônio Martins, relator do Tribunal Pleno, a manutenção da restrição, da forma como foi determinada pela reitoria, “cerceia ilegalmente o direito de acesso ao espaço público, integrante da instituição” com a qual os professores têm vínculo. De acordo com o magistrado, ainda que os professores respondessem a processo administrativo instaurado, isso "não justificaria a proibição de ingresso no local de trabalho".


“A decisão da justiça é uma grande conquista a todos os trabalhadores, contra as tentativas reiteradas de impedir e cercear a liberdade de expressão. Reafirmamos nosso compromisso na luta por diálogo, melhores condições de trabalho e contra atos que buscam impedir o pleno exercício da liberdade democrática”, avalia em nota Sinduerr SSind do ANDES-SN.

·​ ​ ​ ​ ​ ​ ​
*Com informações do G1

Compartilhe...

Outras Notícias
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
EVENTOS