Servidores Federais apontam agenda de lutas para 2020 com greve em março

Atualizado em 28 de Janeiro de 2020 às 18h17

Os servidores públicos federais iniciaram o ano já com a indicação de uma agenda de mobilizações, com foco na construção de um dia de greve geral em março. Em reunião realizada na última semana (7), o Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe) definiu os eixos da Campanha Unificada dos Servidores para 2020 e apontou uma agenda de lutas, com um dia de greve geral, em 18 de março.


Para preparar a mobilização, o Fonasefe irá realizar uma série de atividades. Nessa semana, as assessorias jurídicas e de comunicação das entidades que compõem o Fórum se reúnem para discutir estratégias da Campanha. Até o dia 31 de janeiro, as entidades realizarão assembleias e atividades na base preparando a Campanha Salarial, a rearticulação dos Fóruns estaduais e a atos para pressionar os parlamentares federais em suas bases eleitorais.


Além de outras reuniões do Fórum, já está indicada também a realização, no dia 10 de fevereiro, de uma Reunião Ampliada entre as diversas categorias de servidores;  no dia 12 de fevereiro, um ato das Centrais Sindicais e entidades sindicais na Câmara dos Deputados, seguido do lançamento da Campanha 2020.


Eixos 
A reunião do Fonasefe definiu como eixos centrais de luta dos servidores para a Campanha deste ano a defesa do serviço público; da carreira e dos direitos do funcionalismo público; lutas contra a diminuição da jornada de trabalho com diminuição salarial; além de denunciar os impactos das reformas na carreira e nos salários do funcionalismo público.

Compartilhe...

Outras Notícias
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
EVENTOS