8 DE MARÇO: PELA VIDA DAS MULHERES! OCUPAR AS RUAS, PREPARAR A GREVE NACIONAL DA EDUCAÇÃO E DEFENDER AS LIBERDADES DEMOCRÁTICAS

8 DE MARÇO: PELA VIDA DAS MULHERES! OCUPAR AS RUAS, PREPARAR A GREVE NACIONAL DA EDUCAÇÃO E DEFENDER AS LIBERDADES DEMOCRÁTICAS

Publicado em 03 de Março de 2020 às 17h56

O ANDES-SN, por compreender que a luta das mulheres faz parte da luta de classes, constrói e participa do 8M. Assim como em anos anteriores, em 2020 o 8M é parte de uma agenda importante para enfrentar e combater o governo de extrema direita, o bolsonarismo e o projeto neoliberal em curso de forma mais incisiva no último período.

De acordo com o ATLAS da violência, em 2019 houve o aumento de casos de feminicídios no Brasil em 4%.  Vale destacar que as mulheres veem ocupando as ruas no Brasil e na América Latina, defendendo as pautas da classe trabalhadora, lutando em defesa dos direitos sexuais e reprodutivos e combatendo as pautas conservadoras, como a PEC nº 181/2015, a PEC nº 29/2015, o PL nº 5069/2013 e os projetos relacionados à Escola sem Partido em todo o país.

Compreendendo que esse governo é uma ameaça contra todas as pessoas que defendem as liberdades democráticas e os direitos da classe trabalhadora, que as contrarreformas impostas por Bolsonaro/Mourão/Guedes penalizam o conjunto do(a)s  trabalhadore(a)s, sendo mais agressivas às mulheres, já que são elas que ocupam uma parcela significativa no sustento de suas famílias, inclusive na informalidade, o 8M será uma data especial  de denúncia e manifestação. 

Neste ano, o 8M marcará, de forma enfática, o início da jornada de lutas do mês de março, que tem como pauta central o combate à política nefasta da extrema direita e dos governos de colaboração de classe. Será momento de impulsionar a mobilização e organização do(a)s trabalhadores e trabalhadoras para a Greve Nacional da Educação e em defesa dos serviços públicos no dia 18 de março.

O 8M terá como bandeira, também, a defesa das liberdades democráticas, tendo em vista o crime contra nossa constituição praticado por Bolsonaro, que passou de todos os limites, convocando a população para atos contra o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF). Não podemos tolerar essa postura de um presidente da República, desrespeitando as conquistas da população e tentando trazer de volta tempos sombrios como os da ditadura civil-militar.

O ANDES-SN, através de suas Secretarias Regionais e Seções Sindicais e em conjunto com os Movimentos de Mulheres ocupará as ruas afirmando que #ELENÃO nos representa! Na defesa dos direitos e das liberdades democráticas!

 

 

Pela vida das mulheres!

Derrotar Bolsonaro/Morão/Guedes nas ruas!

#EleNão

 

 

Brasília (DF), 03 de março de 2020

Outras Notas Politicas
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
EVENTOS