CIRCULARES
22 de Abril de 2021

Circular nº 132/2021 - Convoca reunião Extraordinária conjunta dos Setores das IFES e das IEES/IMES para o dia 28/4/21, por meio virtual

Convocamos reunião extraordinária conjunta dos setores das IFES e das IEES/IMES, para o próximo dia 28 de abril (quarta-feira), das 9h às 18h, virtualmente, com a seguinte pauta:
Pauta:
1.    Informes;
2.     PL nº 5.595/2020 e a construção da greve pela vida;
3.    Encaminhamentos;
4.    Outros Assuntos.
As seções sindicais que desejarem enviar informes deverão fazê-lo por escrito, em formato Word, até o dia 26 de abril (segunda-feira), até às 15h, via e-mail desta Secretaria (secretaria@andes.org.br). Às 17h do dia 27 de abril, terça-feira, todos os informes serão disponibilizados por circular.
As seções sindicais deverão informar os dados de até três representantes, do(a)s quais apenas um(a) terá direito a voto e voz e o(a)s demais terão direito a voz.
As indicações deverão ser informadas até às 12h do dia 27 de abril (terça-feira), por meio do preenchimento do formulário disponível no link: https://forms.gle/1Pg4Bra37PfzQWxs8.
Sem mais para o momento, renovamos nossas cordiais saudações sindicais e universitárias.
 

22 de Abril de 2021

Circular nº 131/2021 - Envia Nota da Diretoria Nacional do ANDES-SN contra o PL 591/2021: Tirem as mãos dos Correios!

           Encaminhamos, para conhecimento e ampla divulgação, nota da Diretoria Nacional do ANDES-SN contra o PL 591/2021: Tirem as mãos dos Correios!

20 de Abril de 2021

Circular nº 130/2021 - Orientações Por um 1º de Maio classista reafirmando os princípios de solidariedade de classe - Materiais para ampla divulgação.


O 1º de Maio é um dia mundial de luta da classe trabalhadora, historicamente construído para reafirmamos a solidariedade de classe e o internacionalismo proletário. A data lembra o ano de 1886, quando, em Chicago, nos EUA, trabalhadores e trabalhadoras realizaram uma grande manifestação por melhores condições de trabalho e pela redução da jornada de treze para oito horas diárias. A mobilização, que se estendeu por muitos dias, foi duramente reprimida, o que resultou em mortes de manifestantes e desencadeou uma greve geral naquele país.
Cento e trinta e cinco anos depois, a classe trabalhadora segue em luta por melhores condições de trabalho e de vida. Em tempos de crise sanitária, econômica e social como a que atravessamos no presente, é ainda mais urgente reafirmarmos os princípios históricos desta data, sem cedermos a possíveis conciliações com os patrões e com a burguesia.
No Brasil, a dramática conjuntura em que vivemos, com a aceleração da fome, da carestia, do desemprego em massa, dos números de mortes que não param de aumentar, vítimas da COVID-19 e do descaso do governo, exige que neste 1º de Maio intensifiquemos a denúncia das políticas genocidas de Bolsonaro-Mourão que tem investido em um projeto deliberado de morte, de desmonte do Estado brasileiro, e  exclusão  dos direitos sociais duramente conquistados na Constituição de 1988 pelo(a)s   Trabalhadore(aa)s.
Conclamamos as seções sindicais, o( a)s professores e professoras de todo país para construir um 1º de MAIO de luta e solidariedade, reforçando os atos com caráter de classe, autonomia e independência, articulando as seções sindicais com as Frentes de Esquerda, Movimentos Sociais e Fóruns em Defesa dos Serviços Públicos, com o Fórum Sindical, Popular e de Juventudes por Direitos e Liberdades Democráticas e nas atividades propostas pela CSP-Conlutas nos estados e municípios, indicando:
1)    Realizar ações de solidariedade, com pequenos atos simbólicos e sem aglomerações, com distribuição de máscaras, álcool gel e alimentos;
2)    Realizar atos performáticos, denunciando as mortes da pandemia e a omissão dos governos nas políticas, reafirmando a necessidade de lockdown e o auxílio emergencial de no mínimo R$ 600,00;
3)    Realizar  atos simbólicos políticos, como faixaços, carros de som nos bairros denunciando o desmonte do estado por meio da Reforma Administrativa, dos cortes orçamentários em saúde e educação;
4)     Somar às ações de comunicação nas redes do ANDES-SN, por meio do compartilhamento e engajamento de materiais e twittaço a ser programado;
5)    Realizar o registro fotográfico e em vídeo dos atos e atividades para que  materiais sejam divulgados nas páginas nacionais do nosso Sindicato Nacional.
Em anexo, encaminhamos para conhecimento e ampla divulgação, os materiais de comunicação sobre o 1º de Maio de luta e solidariedade de classe. Informamos que os materiais podem ser usados nas redes sociais, atividades de ruas como faixaços e lambes. 
 

15 de Abril de 2021

Circular nº 128/2021 - Encaminha nota da Diretoria Nacional do ANDES-SN sobre o PL 5595/2020: Conclamamos a categoria pela defesa da vida contra o PL 5595/2020.

Encaminhamos, para conhecimento e ampla divulgação, nota da Diretoria Nacional do ANDES-SN sobre o PL 5595/2020: Conclamamos a categoria pela defesa da vida contra o PL 5595/2020.

15 de Abril de 2021

Circular nº 127/2021 - Envia comunicado da ABRAPO sobre os ataques violentes sofridos pelo(a)s camponese(a)s do Acampamento Manoel Ribeiro - Corumbiara/RO

Encaminhamos para ampla divulgação, o comunicado da Associação Brasileira dos Advogados do Povo – Gabriel Pimenta (ABRAPO), que trata sobre os diversos ataques violentos recebidos pelas camponesas e pelos camponeses do acampamento Manoel Ribeiro em Corumbiara/RO.

Tais ações têm sido realizadas tanto pelo Governo do Estado de Roraima, por meio da Polícia Militar, quanto por pistoleiros ligados a latifundiários  da região.

As trabalhadoras e  os trabalhadores do acampamento Manoel Ribeiro vem sofrendo intimidações, prisões, torturas e ações de despejos ilegais.

Nesse sentido, manifestamos nossa solidariedade a luta pela terra e pela vida e reforçamos a solicitação feita no comunicado da ABRAPO, que segue em anexo para que as seções sindicais do ANDES-SN possam repudiar e denunciar essa situação.

13 de Abril de 2021

Circular nº 125/2021 - Envia nota da Diretoria Nacional do ANDES-SN de repúdio aos ataques sofridos pelo SINTUFRJ.

Encaminhamos, para conhecimento e ampla divulgação, nota da Diretoria Nacional do ANDES-SN de repúdio aos ataques sofridos pelo SINTUFRJ.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
EVENTOS